FANDOM


O Lagosta ou Lavagante era um vigilante que trabalhava em segredo em Nova York durante os anos 1930. Ele tinha uma reputação de violência, como matar mafiosos e queimar seu símbolo, a garra de lagosta, marcando em suas testas.

Nos tempos modernos, o público em geral acreditava que o Lagosta, popularmente conhecido como "Lobster Johnson", é apenas um personagem fictício criado por um detetive aposentado. No entanto, ele era um homem de verdade (embora ele nunca tenha sido referido como "Lobster Johnson" em seu próprio tempo. Esse nome veio mais tarde com a versão fictícia dele) que enfrentou gangsters e ameaças paranormais.

Ele apareceu pela primeira vez na história secundária Lobster Johnson: The Killer in My Skull que acompanhou Hellboy: A Caixa do Mal #1.

Tradução do nome para o Brasil

No Brasil, pela Mythos Editora foi traduzido como Lagosta Johnson, para nos aprofundarmos mais na etimologia da palavra. Há uma diferença entre Lagosta e Lagostim [1]: As Lagostas são da espécie da família Palinuridae caracterizam-se por terem antenas longas, formadas por vários artículos curtos, terminados por um "chicote", apresentam um par de cornos sobre os olhos; a carapaça geralmente possui várias fiadas de espinhos, já os Lagostins são da subordem Astacidea divide-se em superfamílias e famílias que possuem diversas espécies de crustáceos, que caracteriza os lavagantes e os lagostins marinhos. São parecidos com as lagostas, mas têm antenas mais curtas e o primeiro par de patas transformado em grandes pinças.

Uma das principais diferenças dos dois é que no gênero da Lavagante (Homarus), as quelas são maiores e mais fortes, o que teria mais sentido para o nome do nosso herói, acredita-se que a espécie mais próxima do referido seja a Homarus americanus que além de lavagante é conhecida comumente por lagosta-americana ou lagosta-do-Maine.

Referências

  1. Diferença entre Lagosta e Lagostim